topo_site_autoestima

5 frases tóxicas que destroem a autoestima dos seus filhos

Muitas vezes, sem querer, podemos prejudicar a autoestima de nossos filhos, principalmente nos momentos de estresse.

Diz a sabedoria popular – e muitos psicólogos também – que nunca se deve corrigir uma criança na hora da raiva, porque senão os pais não estarão corrigindo a criança, mas sim, se vingando dela.

São muitas as frases que, sem perceber, os pais falam no momento de raiva, quando os filhos fazem “arte”. Listaremos somente algumas, para servirem de exemplo e alerta, porque são infinitas as coisas que podemos dizer para uma criança que pode prejudicá-la.

  1. Você não presta pra nada mesmo!

Essa frase é muito comum de se ouvir, e muito triste também, diminuindo a autoestima da criança, com certeza.

  1. Como eu me arrependo de ter tido você!

Que triste uma criança ouvir uma coisa dessas, vindo justamente de sua mãe, que é a pessoa que a criança mais ama e confia!

  1. Por que você não é como o seu irmão?

Comparações são infelizes, porque cada criança é diferente da outra. Um filho pode ser calmo e organizado e o outro agitado e bagunceiro. Isso é quase a regra em todas as famílias que têm mais de um filho: cada filho é totalmente diferente do outro e os pais precisam ter amor suficiente para agirem com sabedoria e educar ou corrigir cada criança de uma maneira.

  1. Como você é burro! Nunca vai aprender?

Nem é preciso comentar o mal que essa frase infeliz produz na criança.

  1. Você nunca vai ser alguém na vida!

Outra frase infeliz que os pais falam no momento de raiva.

Aprendendo com os especialistas

Num artigo excelente, que merece ser lido integralmente, chamado “13 coisas que você não deve dizer ao seu filho”, Rosana Augone, que é psicóloga com especialização em psicodrama pedagógico, diz o seguinte: “(…) há na relação com o seu filho um ponto X – que a mãe sabe exatamente qual é – que começa a dar errado. Ou porque a criança começa a fazer aquilo errado que vai dar naquilo que sempre deu, ou você começa a ficar irritada com aquilo, e vai acabar tendo um ‘chilique’. Eu chamo de ponto X do ‘chilique'”.

Outra psicóloga, Luciana Fevorini denomina de “bronca emocional”, que é o que os pais fazem em momentos de tensão, impaciência ou descontrole, e os levam (os pais) a “soltarem frases inapropriadas para os filhos”.

Não é fácil criar e educar filhos

Nunca foi fácil se educar crianças: é só lembrarmos de como nós mesmos éramos quando crianças. Todo cuidado é pouco ao se educar ou corrigir os filhos, porque eles são o nosso maior tesouro.

Fonte: família.com.br