Banner_Noticias_Site_Zastras_Abril_03

Os benefícios da “Amarelinha”

A amarelinha é uma das atividades mais importantes que compõem os planejamentos dessa fase, pois desenvolve a consciência corporal, a capacidade de se equilibrar e saltar em um pé só. Além desses benefícios, é uma excelente oportunidade para se trabalhar com regras, que deverão ser combinadas antes, com o grupo de participantes.

Pulando, a criança desenvolve a coordenação motora ampla, o equilíbrio e a concentração !

Usando materiais como giz, pedra de terra ou caco de tijolo, faça um quadrado bem grande no chão. Para isso, as crianças deverão ser de um grupo de cinco ou seis anos de idade.

Em seguida o mesmo deverá ser dividido em quatro triângulos iguais, riscando linhas diagonais, como se estivesse fazendo um X dentro do mesmo.

Do lado de fora, deverão fazer um pequeno quadro, com o número 1 dentro, para ser o início da amarelinha. O triângulo em frente receberá o número 2 e, no sentido anti-horário, os outros receberão os números 3, 4 e 5. No triângulo de número 4, do lado de fora, deverão fazer o céu, local onde o jogador poderá descansar um pouco, com os dois pés no chão.

O jogo consiste em jogar a pedra no primeiro quadro e ir arrastando-a, com um pé só, por toda a amarelinha, seguindo a sequência numérica. Ganha o jogo o aluno que conseguir passar do número 5 de volta ao número 2 e ao número 1.

Caso as crianças não estejam com a coordenação motora e o equilíbrio bem desenvolvidos, o quadro deverá ser em tamanho menor, para facilitar o caminho. Se a atividade se tornar muito difícil, os alunos poderão ficar sem estímulos. O importante, além do treinamento motor, é a socialização, ou seja, que as crianças trabalhem integradas, interagindo umas com as outras.